quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

As coisas que nunca se esquecem podem ser boas ou más. As coisas más que nunca se esquecem são aquelas que deixam ferida, corroem, magoam, deixam medo ao pensar que podem voltar a acontecer. As coisas boas que nunca se esquecem são as que deixam saudades, nos põem um sorriso quando nos lembramos delas, nos fazem felizes, não nos fazem arrepender do que fazemos e do que passamos.
Ambas nos fazem querer voltar para trás, as más por vezes fazem querer voltar para trás pois queríamos fazer diferente ou não deixar as coisas como ficaram, as boas porque queremos voltar a sentir o mesmo, porque queremos passar por elas novamente e sentirmo-nos bem nesses momentos.

5 comentários:

Graça disse...

Quer sejam boas ou más, tenta arrumá-las no seu lugar - o Passado. Se já aprendeste com elas, vive o seu Presente com garra, alegria, e tenacidade :)
Beijinho assim... GRANDE... CUNHADA hehehe
**********

Inês disse...

gostei muito, é isso mesmo.

Annie disse...

Tento olhar sempre para a frente, sejam as coisas boas ou más, fazem parte de um passado e não devemos viver o passado mas sim o presente!

Anónimo disse...

ouve a "chuva" da Mariza! :)

uma coisa que me aconteceu e eu tenho a certeza que é boa foi ter-te conhecido e ter a tua confiança, o teu sorriso, a tua amizade!
mas nao tenho saudade, e sabes porquê? porque sei que quando precisar vais estar lá e que nao me vais deixar assim num piscar de olhos!

adoro-te, amiga*,
Susana...

Andreia disse...

A dualidade das coisas... *