domingo, 17 de maio de 2009

Balançar

"Esqueçes que às vezes
quando falha o chão
o salto é sem rede
e tens de abrir as mãos.

Pedes-me um sonho
pra juntar os pedaços
mas nem tudo o que parte
se volta a colar
(...)

de quê?
de vivir o perigo
de quê?
de rasgar o peito
com quê?
de morrer,
mas de que paixão?
de quê?
se o que mata mais é não ver
o que a noite esconde
e não ter
nem sentir o vento ardente
a soprar o coração"
(musica de Mafalda Veiga - balançar)

Sim, é verdade, nem tudo o que parte se volta a colar, porque por vezes nem esperamos que as coisas se partam e faz uma dor imensa que é tão dificil voltar a colar, podemos vir a colar mais tarde mas as vezes é um processo lento, duro e dificil. E quando achamos que o esforço não valeu a pena?!?!? =/

3 comentários:

Inês disse...

para mim, tudo vale sempre a pena, desde que se acredite no que se faz.
dá tempo ao tempo. talvez as coisas não tenham de colar... quem sabe não será melhor assim?

força :)

Afonso disse...

Não te preocupes em colar o que está partido. A única coisa que te tens de preocupar é em não perder a força de vontade de acordares com um sorriso na cara. Apenas isso.

Beijinho*

Metade Minha está em Ti disse...

E quando te falta um PEÇA!!!

há pois é....já viste se te falta um caco?!

Era como um puzzle de 1500 peças uma peça mesmo no meio, onde todos reparam e não podem fazer nada se não ajudar a procurar a peça....

;)
bjos